@SwanseaCity_BR

@SwanseaCity_BR

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Preview: Leicester v Swansea

Resultado de imagem para leicester vs swansea
Leicester City v Swansea City    King Power Stadium    27/08/16
Horário da Partida: 11:00 (Brasília)
Transmissão: Exclusivo no

Em busca de recuperação na Premier League, o Swansea irá neste sábado visitar um local que tem se mostrado indigesto para a equipe galesa. O time viaja á Leicester para enfrentar o atual campeão da liga. Ambos os times não começaram a temporada da maneira que gostariam. Os Foxes ainda não venceram, já o Swansea perdeu em casa para o Hull depois de vencer como visitante na estreia.

O meio-campista do Leicester Nampalys Mendy será desfalque com uma lesão no tornozelo, já Jeff Schlupp é dúvida devido a uma lesão muscular. No Swansea, Neil Taylor ainda não está pronto para começar uma partida na Premier League e está fora, depois de ter jogado pela Copa da Liga na última terça-feira. O lateral-esquerdo galês poderá atuar pela equipe sub-23 na noite desta sexta-feira contra o West Ham. Com uma lesão na coxa, a contratação recorde do Swansea Borja Bastón segue de fora e dever´pa  retornar aos treinos na semana que vem. O atacante sub-21 da Escócia Oliver McBurnie, que marcou dois no meio de semana pela Copa da Liga Inglesa foi adicionado ao elenco e viaja com a equipe para Leicester.

Prováveis escalações:

LEICESTER: Schmeichel; Simpson, Huth, Morgan, Fuchs, Mahrez, Drinkwater, King, Albrighton, Okazaki, Vardy.

SWANSEA: Fabianski; Naughton, Fernandez, Amat, Kingsley, Cork, Fer, Barrow, Sigurdsson, Routledge, Llorente.

-Curiosidades

  • O Leicester venceu as últimas quatro partidas de liga em casa contra o Swansea e está invicto há 10 como mandante desde uma derrota por 3 a 2 pela antiga Segunda Divisão em Outubro de 1950.
  • Os atuais campeões, estão invictos em suas últimas 16 partidas em casa pela Premier League, desde que perderam por 5 a 2 para o Arsenal há 11 meses atrás (10V, 6E).
  • Os Foxes conquistaram oito clean sheets em suas últimas 14 partidas pela liga e só sofreram 9 gols no período.
  • Jamie Vardy ainda não acertou nenhum chute no gol na Premier League nesta temporada.
  • O Leicester poderá chegar a quatro partidas sem vitória na liga pela primeira vez em 17 meses.
  • Se perder, o Leicester se tornará o sexto atual campeão da liga a somar apenas um ponto em suas primeiras três partidas da campanha seguinte. O último clube a fazer isto foi o Arsenal em 1991-92.
  • O Swansea pode conquistar sua terceira vitória consecutiva fora de casa na liga pela primeira vez em 2 anos.
  • Os Swans conquistaram 28 pontos em 18 partidas sob o comando do treinador italiano Francesco Guidolin, uma média de 1,56 pontos por jogo.
  • Wayne Routledge criou mais oportunidades de gol do que qualquer outro jogador na atual temporada da Premier League, antes deste fim de semana. 
Mais informações »

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Review: Peterborough 1-3 Swansea



PETERBOROUGH UNITED 1  SWANSEA CITY 3

Jovem Oliver McBurnie brilha em estreia e Swansea avança na Copa da Liga Inglesa

O Swansea começou sua camapnha na Copa da Liga Inglesa com vitória fora de casa. O grande destaque da partida foi o jovem atacante Oliver Mcburnie que marcou duas vezes, além dele Jay Fulton, também foi destaque na partida.

Francesco Guidolin fez 10 mudanças na equipe titular, em relação ao time que foi derrotado pelo Hull no último sábado pela Premier League. O técnico italiano promoveu as estreias do zagueiro holândes Mike van der Hoorn e do jovem atacante Oliver Mcburnie, outra novidade foi a primeira partida de Nathan Dyer como titular desde que retornou de empréstimo ao Leicester na última temporada. Neil Taylor também fez seu primeiro jogo pelo Swansea desde o sucesso que teve com a seleção galesa na Eurocopa. Leon Britton retornou ao time após se recuperar de uma doença e Ki Sung-Yueng também fez parte do meio de campo da equipe.

O Peterborough contou com o antigo winger do Swansea Gwion Edwards entre os titulares. O time da casa foi obrigado a fazer uma mudança instantes antes do início da partida, Mark Tyler substituiu Ben Alnwick  com sofreu uma lesão antes do começo do jogo.

McBurnie brilha e Swansea atropela Peterborough no primeiro tempo

Logo no início da partida, o Swansea mostrou que iria partir pra cima do adversário, com Jefferson Montero sendo o coração do ataque pelo lado esquerdo. Aos 9 minutos em cobrança curta de escanteio, o winger equatoriano recebeu de Dyer e finalizou no travessão. Em seguida Montero recebeu de Jay Fulton passou por seu marcador e cruzou na cabeça de McBurnie que cabeceou, o goleiro do Peterborough Mark Tyler defendeu, mas o atacante pegou o rebote e cruzou de cabeça para Jay Fulton que havia entrado na área cabecear para o gol abrindo o placar para o Swansea. Dominado o jogo, os Swans chegaram novamente após mais uma boa jogada de Fulton que recebeu de Amat no centro do campo e lançou por cima da defesa adversário deixando Dyer livre com o goleiro, porém o winger parou em Tyler que praticou ótima defesa. Nathan Dyer teve outra grande oportunidade em jogada parecida ele recebeu ótimo lançamento, desta vez de Ki mas finalizou para fora. Os Swans continuaram em busca do segundo gol, Montero recebeu de Taylor e lançou para Ki que ganhou do zagueiro Almeia Santos do Peterborough e finalizou, mas também parou no goleiro do time da casa. Ki Sung-Yueng continuou muito bem na partida, ele arrancou com a bola pelo meio e serviu Montero que passou com facilidade por Smith mais uma vez e finalizou com o pé esquerdo, mas Tyler defendeu novamente antes da bola tocar na trave esquerda do goleiro e chegar em suas mãos. Os meio-campistas do Swansea funcionavam muito bem, Britton roubou a bola e tocou para Ki que logo passou para Fulton que deu grande passe para McBurnie que antes deu um corte no defensor antes de finalizar com categoria fazendo 2 a 0 para o Swansea aos 41 minutos. Logo em seguida aos 44, o atacante recebeu outro grande lançamento longo, outra vez feito por Ki, chapelou o zagueiro, se atrapalhou um pouco e acabou tocando para Fulton que finalizou e no rebote Oliver McBurnie driblou o goleiro e marcou o seu segundo gol em sua estreia no profissional pelo Swansea decretando um grande primeiro da equipe.

INTERVALO: Peterborough 0-3 Swansea

Francesco Guidolin fez uma mudança no intervalo, Federico Fernandez entrou no lugar de Jordi Amat. Aos 64 minutos de partida, Mcburnie teve a chance de estrear com um hat-trick pelo Swansea, mas finalizou no meio do gol e o goleiro Mrk Tyler defendeu, após ter recebido bom passe de Dyer. Nathan continuava buscando o jogo, ele tabelou com Ki e com sua perna esquerda chutou cruzado para fora. O Peterborough buscava seu gol de honra, aos 70 após troca de passes pelo lado direito, o atacante Marcus Maddison finalizou de fora da área obrigando Nordfeldt a fazer boa defesa, no rebote ele também defendeu o chute de Nichols. Eles finalmente chegaram ao seu gol no minuto 75, após roubar a bola de Dyer, Leonardo da Silva Lopes finalizou bonito de fora da área marcando um bonito gol e diminuindo para o time da casa. Fernando Llorente que substituiu McBurnie ainda poderia ter ampliado para o Swansea em uma cabeçada, mas a bola foi para fora. O The Posh quase marcou novamente no final do jogo, após Coulthirs ter deixado van der Hoorn no chão e rolado para Nichols que acertou o trave de Nordfelt.

Estatísticas
                                PET     SWA    
Posse de bola            45%     55%
Chutes                       12        22
Chutes no alvo           3          9
Escanteios                  3          7
Faltas                         11         7

Escalações

PETERBOROUGH: Tyler; Smith, Bostwick, Almeida Santos, Hughes, Maddison, Forrester (Chettler, min 74), Anderson (Leonardo da Silva Lopes, min 58), Edwards, Taylor (Coulthirst, min 75), Nichols.

SWANSEA: Nordfeldt; Rangel, van der hoorn, Amat (Fernandez, min 45), Taylor, Britton (Fer, min 80), Fulton, Ki Sung-Yueng, Dyer, Montero, McBurnie (Llorente, min 66).







Mais informações »

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Preview: Peterborough v Swansea


Peterborough United v Swansea City    ABAX Stadium    23/08/16
Horário da Partida: 15:45 (Brasília)
Sem transmissão para o Brasil

O Swansea começa neste terça-feira sua caminhada na Copa da Liga Inglesa de Futebol. A equipe do sul de Gales viaja ao Leste da Inglaterra, para enfrentar o Peterborough que disputa a League One, correspondente a terceira divisão do futebol no país em partida válida pela segunda rodada eliminatória da competição. O The Posh, como é conhecido o time da casa faz campanha razoável na liga e buscará se impulsionar na temporada com uma vitória sobre um time de primeira divisão. 

O zagueiro Jack Baldwin do Peterborough será desfalque pois está suspenso. Ryan Tafazolli (coxa) é dúvida. O meio-campista Brad Inman e o atacante Lee Angol está ambos fora com lesões no tornozelo. Francesco Guidolin deverá rodar bastante o elenco nesta partida, mas prometeu escalar um time competitivo. Neil Taylor deverá retornar ao time depois de férias prolongadas devido a ótima campanha galesa na Eurocopa. Já o zagueiro holândes Mike van der Hoorn deverá fazer estreia. Ki Sung-Yueng, Jefferson Montero, Nathan Dyer e Angel Rangel deverão todos começar como titulares.

Prováveis escalações:

PETERBOROUGH: Alnwick; Smith, Ricardo Almeida, Bostwick, Hughes, Maddison, Anderson, Forrester, Edwards, Taylor, Nichols.

SWANSEA: Nordfeldt; Rangel, Fernandez, van der Hoorn, Taylor, Fulton, Ki, Fer, Dyer, Montero, McBurnie.

-Curiosidades
  • Este será o quarto encontro entre as equipes pela Copa da Liga, o The Posh avançou em dois dos três anteriores. 
  • Entretanto, o Swansea venceu o confronto mais recente, foi um 3 a 1 pela terceira rodada eliminatória da competição em Setembro de 2010, graças ao hat-trick de Scott Sinclair.
  • O Peterborough perdeu sete e empatou um de seus últimos 8 jogos de Copa da Liga contra adversários da primeira divisão, sendo eliminado em seis confrontos. A última vitória deles foi em 1991-92 contra o Liverpool.
  • Porém, o Swansea campeão da competição em 2013 foi eliminado por uma equipe de uma divisão inferior na temporada passada, perdendo para o Hull que estava na Championship.


Mais informações »

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Review: Swansea 0-2 Hull City


SWANSEA CITY 0  HULL CITY  2

Hull marca duas vezes no fim e Swansea não empolga em primeira partida em casa na temporada.

O Swansea começou mal sua campanha em casa na Premier League. Com a presença ilustre dos novos donos da equipe, o time foi derrotado pelo Hull City no Liberty Stadium.

Falando nos novos comandantes do clube, mais uma vez o maior investimento feito por eles na janela de transferências, Borja Bastón, não pode jogar por conta de uma pequena lesão. Porém, Gilfy Sigurdsson  retornou ao time titular e substituiu Leon Britton que também foi desfalque. Jack Cork foi o capitão do Swansea na partida.

O Hull do técnico interino Mike Phelan teve muitos problemas por conta das poucas opções no elenco, mas surpreendeu novamente indo contra os prognósticos feitos contra a equipe antes da partida.

Swansea domina posse, mas com pouca criatividade

O Swansea começou a partida dominando a posse de bola, como já era esperado. A equipe esteve próxima de abrir o placar, após ótimo cruzamento de Naughton, Routledge ajeitou com a coxa e Sigurdsson finalizou de fora de área acertando o travessão após grande defesa do goleiro Jakupovic. O Hull buscava os contra-ataques e tentava explorar a velocidade de seu atacante Abel Hernandez no um contra um com Amat que teve alguns problemas com o uruguaio. Estreando no Liberty Stadium com a camisa do Swansea, Llorente cabeceou sem muito perigo ao gol do Hull após mais um bom cruzamento de Kyle Naughton. O winger do Hull Diomande também causava danos ao Swansea no contra-ataque com muita velocidade o norueguês era junto com Abel a principal opção de velocidade dos visitantes. Modou Barrow também apareceu pelo lado dos Swans, jogando no lado direito do ataque do Swansea ele fez boa jogada e cruzou para Routledge que finalizou sem perigo. Robert Snodgrass pediu pênalti após uma dura entrada de Amat em cima dele, mas o árbitro Staur Attwell mandou o jogo seguir.

O Swansea não conseguiu replicar no segundo tempo o bom início que  teve na primeira metade da partida, enfrentando um Hull bem organizado. A equipe galesa seguiu procurando o gol, mas não criou grande chances para abrir o placar. Até que faltando onze minuto para o fim da partida os visitantes abriram o placar. Após cobrança de escanteio pelo lado direito do ataque do Hull, a bola foi desviada pelo zagueiro Curtis Davies e sobrou para Shaun Maloney que com o quadril desviou para o gol fazendo 1 a 0 para os Tigers. Em seguida, Abel Hernandez poderia ter ampliado para o Hull, oatacante saiu livre com o goleiro Fabianski que fez grande defesa mantendo o Swansea vivo na partida. Porém, logo depois Maloney recebeu grande passe e só escorou para o atacante uruguaio que desta vez não perdoou definindo a vitória do Hull que começa melhor do que esperava esta temporada da Premier League, mesmo com muitos problemas este é agora o melhor início do clube na história da liga. O Swansea buscará se reabilitar no róximo fim de semana quando visitará o atual campeão Leicester City.

Estatísticas
                                         SWA     HUL
Posse de bola                  56.6%   43.4%
Chutes                                23         12
Chutes no alvo                    3           4
Escanteios                           8           3
Faltas                                  7           10                        
Impedimentos                     0           5
Passes completados         85%        79%


Escalações

SWANSEA: Fabianski; Naughton, Fernandez, Amat, Kingsley, Cork, Fer (Ki, min 68), Barrow (Dyer, min 85), Sigurdsson, Routledge (Montero, min 55), Llorente.

HULL: Jakupoivc; Elmohamady, Livermore, Davies, Robertson, Huddlestone, Meyler, Clucas, Snodgrass, Diomande, Hernandez (Maloney, min 73).



Mais informações »

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Preview: Swansea v Hull City

Swansea City v Hull City    Liberty Stadium    20/08/16  
Horário da Partida: 11:00 (Brasília)
Transmissão: Exclusivo no

O Swansea fará neste fim de semana sua primeira partida em casa na temporada. A equipe retorna ao Liberty Stadium para enfrentar o Hull City, buscando confirmar mais uma vez um bom começo na liga. O adversário Hull, convive com vários problemas administrativos e de falta de contratações, porém dentro do campo a equipe surpreendeu e bateu o atual campeão Leicester no jogo de abertura da atual temporada. Os Tigers buscam fazer história neste sábado, eles jamais venceram seus dois primeiros jogos em uma campanha de Premier League.

O atacante Borja Baston, contratação mais cara da história do Swansea, será desfalque novamente com uma pequena lesão no músculo da perna. Neil Taylor ficará de fora mais uma vez devido ao retorno tardio para a pré-temporada. Porém, Gilfy Sigurdsson deverá retornar ao time tirular substituindo Leon Britton que é dúvida pois está doente. Ki Sung-Yueng está disponível. O Hull City poderá ter novamente apenas 13 jogadores do elenco principal á disposição. O defensor Harry Maguire se recuperou de uma lesão no pé e foi relacionado para a partida deste sábado, porém ainda não deverá jogar.

Prováveis escalações:

SWANSEA: Fabianski; Naughton, Fernandez, Amat, Kingsley, Cork, Fer, Barrow, Sigurdsson, Routledge, Llorente.

HULL: Jakupovic; Elmohamady, Livermore, Davies, Robertson, Huddlestone, Meyler, Clucas, Snodgrass, Diomande, Hernandez.

-Curiosidades
  • O Swansea nunca perdeu para o Hull no Liberty Stadium, vencendo dois dos quatro encontros por todas as competições.
  • Os Swans vencerão ambos os confrontos entre as duas equipes na última campanha do Hull na Premier League em 2014-15, entretanto os Tigers bateram o Swansea na Copa da Liga há treze meses atrás.
  • O Swansea está há cinco partidas invicto em casa na Premier League, desde que perdeu por 1-0 para o Southampton no dia 13 de Fevereiro (4V, 1E).
  • Desde que Francesco Guidolin comandou o Swansea em sua primeira partida na Premier League em Janeiro de 2016, a equipe conquistou 28 pontos - mais que Arsenal (27), West Ham (26) e Manchester City (25).
  • O Swansea está invicto em suas últimas 8 partida de Premier League jogadas no mês de Agosto (6V, 2E).
  • O Hull City jamais venceu sua duas primeiras partidas da temporada na primeira divisão. A última vez que eles começaram uma temporada de liga com duas vitórias foi em 2004-2005, quando estavam na terceira divisão. 
  • Na semana passada, o Hull se tornou a primeira equipe a vencer um jogo de Premier League sem fazer qualquer substituição desde quando o Manchester United bateu o Liverpool em Fevereiro de 2012.
  • Os Tigers também venceram em sua estreia na Premier League em 2014-15 (1-0 contra o QPR), mas desde então venceu apenas uma de suas 16 partidas seguintes.
Mais informações »

sábado, 13 de agosto de 2016

Review: Burnley 0-1 Swansea



BURNLEY 0  SWANSEA CITY 1    

Leroy Fer marca no fim e Swansea começa nova temporada com vitória sobre o Burnley no Turf Moor.

O Swansea começou bem sua campanha na temporada 2016-17 da Premier League. A equipe galesa viajou até Burnley para enfrentar o time da casa, recém promovido de volta á primeira divisão do futebol inglês e em uma partida equilibrada saiu vitorioso no final com um gol de Leroy Fer.

O Burnley teve poucas ausências na partidas, a se destacar o lateral Jon Flanagan que não tinha condições de jogo e ficou de fora. Porém, o islândes Gudmunsson estreou jogando alguns minutos no segundo tempo.

O Swansea foi para a partida com muita desconfiança por parte da mídia, principalmente devido as poucas contratações realizadas pelo clube e também pela ausência de seu ex-capitão Ashley Williams, vendido ao Everton. Neil Taylor, Ki Sung-Yeung e o recém contratado Borja Bastón não foram relacionados pelo técnico Francesco Guidolin devido a diferentes razões. Os Swans foram a campo no esquema 4-3-3 com Leon Britton como capitão.

Modou Barrow se destaca no primeiro tempo

O partida começou morma, com o Swansea tendo a posse de bola, mas sem conseguir ameaçar muito o adversário. Barrow foi o jogador mais perigoso da equipe galesa na primeira parte do jogo, causando problemas para o lateral-esquerdo do Burnley Stephen Ward. O atacante  Fernando Llorente teve uma boa estreia com a camisa dos Swans, o espanhol teve poucas oportunidades no primeiro tempo, dando apenas uma cabeçada nas mãos do goleiro Tom Heaton. Barrow apareceu denovo, o gabonês, desta vez pelo lado esquerdo fez boa jogada e cruzou para Routledge que finalizou por cima do gol. o Burnley teve sua grande chance no primeiro tempo depois de um escanteio para o Swansea, eles recuperaram a bola e Andre Gray ligou um grande contra-ataque que terminou com uma ótima finalização do mesmo defendida por Fabianski.


No segundo tempo, o Burnley buscou mais o gol. tendos ótimas chances de marcar, primeiramente com Michael Keane após uma bola que passou sobre a área e ele não alcançou para abrir o placar. Mais tarde, Sam Vokes obrigou Fabianski a fazer grande defesa, o goleiro polônes foi um dos grandes responsáveis pela vitória do Swansea. O zagueiro Federico Fernandez perdeu uma grande chance de fazer o primeiro gol, embaixo do gol ele finalizou pra fora uma bola desviada por Llorente no primeiro pau. A equipe do sul de galês aproveitou bastante a velocidade de Montero que entrou no segundo tempo e mudou o jogo para o Swansea, o winger equatoriano tentou vários cruzamentos para Llorente, até que aos 37 minutos do segundo tempo, a jogada funcionou novamente e após rebote de Heaton, Leroy Fer abriu o placar. O Burnley pressionou até o fim, Fabianski fez uma grande devesa em um belo chute de Dean Marney, comprovando sua grande performance.


Estatísticas

                                BUR      SWA
Posse de bola           47%      53%
Chutes                      10          17
Chutes no alvo          3            9
Escanteios                 7            4
Faltas                        10         14


Escalações

BURNLEY: Heaton; Lowton, Keane, Mee, Ward, Boyd, Marney, Jones (Jutkiewicz, min 87), Arfield (Gudmunsson, min 75), Gray, Vokes.

SWANSEA: Fabianski; Naughton, Fernandez, Amat, Kingsley, Britton (Sigurdsson, min 60), Cork, Fer, Barrow (Montero, min 64), Routledge (Rangel, min 87), Llorente.
Mais informações »

ASSINE NOSSO E-MAIL E GRATIS